Meu casamento

Meu casamento

domingo, 28 de agosto de 2011

Flexão dos adjetivos 6ºAno


FLEXÕES DO ADJETIVO
F
L
E
X
Õ
E
S
DO
A
D
J
E
T
I
V
O
Gênero
Uniformes – uma só forma para representar o masculino e o feminino.
Biformes – uma forma para o masculino e uma forma para o feminino
masculino
Feminino
Número
Singular
Plural
Grau
comparativo
igualdade
inferioridade
superioridade
superlativo
absoluto
Sintético
Analítico
relativo
De superioridade
De inferioridade

Pelo esquema acima, podemos visualizar a classificação da flexão do adjetivo. Mas, mais importante é saber empregar bem essas flexões no dia-a-dia do uso da língua. O gênero e o número do adjetivo seguem as mesmas regras de formação do substantivo. Aliás, o adjetivo nesse sentido, vai concordar com o substantivo, isto é, quando o substantivo estiver no feminino/masculino/singular ou plural, o adjetivo também vai apresentar-se da mesma forma.
 Ex.: menina bonita – meninas bonitas            garotos estudiosos – garotos estudiosos
 
 Quanto ao gênero, os adjetivos podem ser:
Uniformes – quando tem a mesma forma para representar o masculino e o feminino.
Ex: menino feliz – menina feliz;            comida ruim – jogo ruim
homem gentil – mulher gentil;              assunto fácil – viagem fácil
Biformes – quando tem uma forma para o masculino e outra para o feminino.
Ex: cru – crua;      bom – boa;       mau – má
 
Exercícios.
1. Use adjetivos, nos espaços das frases, que se adéquem ao substantivo em destaque:
a) Visitei uma ___________ casa __________
b) Gosto de sapatos __________ e __________
c) Encontrei o ___________calção _________
d) O ____________ avô ____________ chegou.
e) Os camarões são ________ e ___________
f) Cumprimos a ____________ tarefa ________


GRAU DO ADJETIVO
Enquanto o grau do substantivo exprime basicamente o tamanho dos seres, o grau do adjetivo exprime a intensidade das qualidades dos seres, pois a qualidade é um aspecto das coisa que não é material, não tem forma, não tem estrutura física.
São dois, os graus do adjetivo: o comparativo e o superlativo.
1. Grau Comparativo.
Como o nome está dizendo, o grau comparativo exprime a comparação entre a qualidade de dois seres, que pode ser igual, maior ou menor. Observe os exemplos:
Pedro é tão inteligente quanto João.
Pedro é mais inteligente do que João.
Pedro é menos inteligente do que João.
Nos exemplos dados, podemos perceber que o adjetivo inteligente é o centro da idéia de comparação entre duas pessoas. O grau comparativo também pode comparar duas qualidades que julgamos existir em um mesmo ser. Veja:
João é tão inteligente quanto estudioso.
João é mais inteligente do que estudioso.
João é menos inteligente do que estudioso.
Como você pode verificar, o grau comparativo sempre será analítico, uma vez que na sua formação entram um adjetivo e uma das expressões:
. tão ……………… quanto ……(comparativo de igualdade)
. mais …………… do que …… (comparativo de superioridade)
. menos ………… do que ……  (comparativo de inferioridade)
Existem adjetivos que possuem uma forma sintética para expressar o grau comparativo. Exemplos:
Bom – melhor – superior       Mau – pior – inferior      Grande – maior – superior       Pequeno – menor
Na construção das frases em português, deve-se verificar a elegância do que está sendo escrito ou dito. No caso de uso dos adjetivos acima, as frases construídas no modo tradicional estão corretas. Entretanto, soa esquisito aos ouvidos, uma vez que a língua possui o recurso sintético. Veja:
João é menos bom que o irmão, em Matemática.                   João é pior que o irmão, em Matemática.
O Sol é mais grande do que a Terra.                                          O Sol é maior que a Terra.
O mar Morto é mais pequeno que o Mar Mediterrâneo.      O Mar Morto é menor que o Mar Mediterrâneo.

 
Vamos exercitar.
 
A. Leia as frases abaixo e identifique pelo número dado, que tipo de grau existe em cada uma:
1. comparativo de igualdade
2. comparativo de superioridade
3. comparativo de inferioridade
a. (   ) Seu irmão  é menos corajoso que você.
b. (   ) Embora seja jovem, Pedro é tão experiente quanto o pai.
c. (   ) As moças costumam ser mais vaidosas do que os rapazes.
d. (   ) João sempre se mostrou mais afoito do que o irmão.
e. (   ) Depois da nossa conversa, as coisas ficaram tão claras como a água.
f. (   ) Ele sempre foi menos paciente que a esposa.
g.(   ) O seu comportamento é tão mau quanto o de seu irmão.
 
 

B.Substitua a expressão grifada por outra que torne o grau comparativo mais elegante.
a. O seu comportamento é mais mau do que o do seu irmão.
b. Esta sala é mais pequena do que a outra.
c. Este tecido é mais bom do que aquele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário